1. O Coração nas Empresas
Profunda, científica, transformadora – assim é a conexão que podemos fazer com o coração nas empresas.
Dentro das empresas, a necessidade de novas relações e de uma nova e criativa atuação fica intensificada devido a um cenário caracterizado, entre outros, por:

- pressões para a competitividade;
- aumento galopante da quantidade de informações;
- sobrevivência /adaptação a um ambiente sempre mutante e complexo;
- aumento acelerado dos níveis de estresse;
- pressões para fazer mais com menos;
- necessidade constante de criatividade e inovação;
- dificuldades para reter talentos.
- Entre outros

Hoje já se sabe que apenas o pensamento racional e lógico não é capaz de, sozinho, trazer soluções transformadoras para os desafios tão complexos que o mercado no oferece. Os novos tempos fazem surgir a necessidade urgente de desenvolvermos um novo tipo de inteligência, mais ágil e clara, mais criativa e intuitiva, que nos ajude a responder às mudanças e chegar às soluções de forma mais rápida, mais inovadora, com menos stress e de forma sustentável. Uma nova consciência holística de pensar e atuar, que considere todos os aspectos de percepção da realidade.
Para nós a saída está no coração e na parceria de excelência que ele pode fazer com o cérebro. O conhecimento e o domínio da nova energética do coração assumem um importante papel para líderes e profissionais, contribuindo decisivamente para a redução do stress, o equilíbrio emocional e a criação de processos mentais mais coerentes e criativos, aumentando a eficácia da nossa atuação. Além disto, representam também uma fonte de inspiração intuitiva e amorosa, capaz de transformar nossos paradigmas e valores materialistas em visões mais evolutivas de ser e agir no mundo, criando assim a prosperidade, felicidade e a saúde, tanto de pessoas quanto de organizações.

Elevada energia é um intangível valioso para qualquer negócio ou organização. .. Pesquisas agora demonstram que o coração tem o poder de modular a atividade cerebral e otimizar as funções cerebrais, permitindo, assim, para os indivíduos conscientemente reverter qualquer impacto negativo que um cérebro estressado poder ter em si próprio.” ( Dr. Nathalie Campeau – The Energizing Heart)

Acreditamos que, ao criarem a parceria da excelência entre a mente e o coração, as organizações irão experimentar uma fantástica e inesperada transformação em seus resultados e relações. Poderão elevar lucros e produtividade, criando equipes e profissionais sinérgicos e comprometidos, alimentando a realização pessoal e a motivação para trabalhar. O que hoje está começando a se anunciar como uma tendência – os princípios espirituais/energéticos dentro das empresas – com certeza será o diferencial competitivo nos próximos cinco anos. As empresas de visão certamente saberão antecipar esta realidade futura e começarão no aqui e agora a adotar algumas práticas para acender os corações de todos os seus Colaboradores e elevar a performance a níveis nunca antes experimentados.

A Conexão Coracão® trabalha há mais de 12 anos para permitir que esta poderosa e transformadora energia cardíaca de coerência complemente as energias mentais e intelectuais nas organizações, criando uma nova consciência de atuação profissional. Em nossa experiência dentro de empresas de níveis e campos de atuação diferenciados, pudemos provar que existe realmente uma estreita ligação entre a sabedoria do coração, a saúde, a alta performance e o sucesso dos negócios. A sincronização energética cérebro-coração pode ser alcançada por indivíduos, profissionais, gerentes e executivos, resultando em saltos qualitativos fantásticos na performance e produtividade organizacional.

Alguns resultados e benefícios evidenciados para o indivíduo:

- redução dos níveis de estresse e ansiedade;
- elevação da capacidade de aprender e criar novos caminhos neurais;
- aumento da eficiência imunológica;
- redução do processo de envelhecimento;
- sensação de bem-estar;
- ampliação da intuição e elevação dos insights criativos;
- sentido de conexão com tudo e todos;
- maior clareza mental e foco

Para as organizações:

- alto nível de energia, vitalidade e entusiasmo;
- ampliação da percepção e visão estratégica;
- relacionamentos interpessoais mais sinérgicos e positivos;
- ampliação da capacidade de aprender e adaptar-se ao novo;
- elevação do potencial criativo e intuitivo;
- maior equilíbrio emocional e redução do estress entre sua gente;
- equipes mais sinérgicas e colaborativas;
- elevação da saúde e da capacidade produtiva
- proatividade, clareza mental e resiliência diante dos desafios.

Para líderes, conhecer, desenvolver e utilizar as dimensões desta nova inteligência ajuda a:

• lidar de forma efetiva com os enormes desafios que a liderança enfrenta atualmente, sabendo atuar com maior foco e equilíbrio;
• gerar impactos profundos nos resultados das equipes lideradas, estimulando definitivamente a parceria, a criatividade, a colaboração e a sinergia;
• atuar como um “ímã” e atrator para as equipes em momentos de caos;
• decidir com maior clareza mental nas horas de caos e dificuldades;
• ganhar maior flexibilidade para os momentos de mudança;
• elevar o nível de soluções intuitivas e inovadoras;
• desenvolver a interpessoalidade em um nível mais produtivo e efetivo;
• comunicar-se de forma mais efetiva;
• atuar com sentido de Missão Pessoal.

(parte – publicado no Portal Nós da Comunicação –
outubro de 2008 – www.nosdacomunicacao.com.br)



|Topo|
2. Liderança Cardioconsciente®
Abrindo Espaço para o Amor na Gestão de Pessoas e Negócios

O que o coração tem a ver com liderança? E o que o amor tem a ver com negócios?

Se fizéssemos esta pergunta a líderes dentro das empresas brasileiras, há uns 10 anos atrás, a maioria responderia: “— Absolutamente nada.”. Ou: “ – O coração e o amor não geram lucros nem produtividade.”
Estas respostas são reações típicas de um paradigma de fazer negócios que imperou plenamente no século passado, onde a abordagem fragmentária e opositiva de “ou isso ou aquilo”, isto é, ou razão ou coração, não abria espaço para a interconexão e complementariedade existentes na abordagem “e isso e aquilo”. Nossa orientação pragmática e lógica, altamente tecnológica, levou-nos às especializações e às exclusões; o cérebro e sua racionalidade eram os astros principais, as empresas eram administradas como máquinas e as pessoas consideradas como peças destas máquinas. Neste mundo, não havia lugar para as energias e verdades do coração.
Hoje temos certeza de que as respostas a estas perguntas apresentariam diferenças significativas. Já começa a ficar claro para a maioria dos líderes que a velha maneira de fazer negócios e gerenciar pessoas está com os dias contados, e que necessitamos urgentemente de um novo paradigma que nos leve além das armadilhas e becos-sem-saída em que no vimos envolvidos pelo modo de pensamento que imperou até aqui.
Não existem certezas absolutas ainda sobre que novo paradigma é este; porém a virada do século mostrou-nos que o ponto vital da liderança não está em mobilizar recursos, controlar processos, comandar pessoas e maximizar lucros. Estas tarefas, se não forem temperadas por um ingrediente complementar e essencial, que tem a ver com competências de humanidade elevada, vão levar não só as empresas, mas também toda a humanidade, ao insucesso e à destruição futura. As evidências parecem nos dizer que este novo paradigma precisa alimentar-se da união das duas forças – a do cérebro (racionalidade e intelecto) e a do coração (humanidade e amor). A literatura atual sobre liderança e organizações está repleta de citações sobre a importância do coração para o ato de gerenciar e liderar. Entre elas,

“A liderança verdadeira tem a ver com seguir em frente com fé, e isto exige tanto cabeça quanto coração.”

Robert E. Quinn –
Building the Bridge as you Walk in It – 2004.



“É fácil perder a direção quando esquecemos que o coração da liderança está no coração de seus líderes.”

Lee Bolamn – Leading with Soul



“O sentir (coração) faz a ponte entre o pensar (cabeça), o querer e o agir (membros).

Jair Moggi – Como Integrar Liderança
e Espiritualidade, 2004



Nossa experiência em empresas de atuações e portes variados mostra-nos a todo instante que as pessoas querem ser valorizadas; precisam ser cuidadas; necessitam de reconhecimento e respeito; e, mais do que tudo, precisam sentir-se conectadas e envolvidas por algo maior, que tenha sentido para elas. Nosso trabalho em Coaching e Consultoria também revela-nos que os pontos de desenvolvimento mais demandados pelos líderes têm maior foco em habilidades de lidar com gente, comunicar-se melhor, criar significado e envolver pessoas. Vemos, com bastante clareza, que tudo gira muito mais em torno de relações, inspiração e conectividade, do que em torno de gestão de processos e estruturas, ou competências técnicas.

A Liderança CardioConsciente® é uma abordagem à liderança que se baseia na visão energética e espiritual da realidade. Compreende que os resultados desejados para a realidade material são diretamente influenciados pelo campo energético em que esta realidade se insere, e serão alcançados com maior sucesso se a liderança conseguir gerir o invisível com energias positivas e amorosas. Por esta razão, a Liderança CardioConsciente® é um estado de ser, muito mais do que um estado de fazer. Procura potencializar as energias do cérebro através da parceria expansiva que faz com as energias transformadoras do coração, recém-descobertas pela ciência. É cardio (coração) + consciente (atenção plena), isto é, está centralizada no coração, orienta-se pelas suas energias amorosas e mantém o líder o tempo todo plenamente atento ao seu papel como impactador de pessoas e resultados, e como cidadão do mundo.

O líder CardioConsciente® não separa responsabilidade pelos resultados de responsabilidade pela sua equipe e pelo planeta. Considera como básicas e imprescindíveis todas as competências de gerenciamento e liderança já alinhadas até hoje, em seus parâmetros de controle, comando e resultados, mas os exerce não pela posição que ocupa, mas pela pessoa que é e pelo exemplo que dá.

O líder CardioConsciente® é, principalmente, aquele que tem a coragem de amar, de mostrar sua humanidade e transparecer seus sentimentos, sem medo de reconhecer seus erros com total humildade. Entende que a verdadeira força que possui não está no poder do cargo nem nos salários e recursos oferecidos, mas nas virtudes de sua humanidade e coração, como cuidado, compreensão, compaixão, inspiração, transparência e gratidão.

Para Susan Steinbrecher e Joel Bennet, no livro Heart-Centered Leadership, 2003:

“O poder verdadeiro reside em ouvir com e através do coração, e ter o compromisso e a humildade de limpar tudo que estiver no caminho desta conexão com o coração.”


|Topo|
3. Características do Líder CardioConsciente®
Em nossas experiências nestes últimos anos, somadas a uma extensa pesquisa em livros e publicações, relacionamos uma série de características que conduzem a resultados surpreendentes através de pessoas, e que compõem a estrutura mental e emocional do líder CardioConsciente®. Muito mais do que um conjunto de competências definitivas e externas, a Liderança CardioConsciente® é resultado de virtudes e energias que são praticadas e vivenciadas no dia-a-dia, para atingir o estado energético pessoal de excelência e favorecer o ambiente coletivo de realização. Não é uma aprendizagem técnica; é experimentação, mergulho fundo dentro de si mesmo e crescimento de dentro para fora. Não tem a ver com saber fazer, e, sim, com saber ser.

Quadro Geral de Habilidades, Princípios e Virtudes

HABILIDADE

PRINCÍPIO

VIRTUDE

 

Autopercepção

Aprendizagem constante

Autenticidade

Auto-Amor 

Autogerenciamento

Auto-estima positiva

Relações saudáveis

Interconexão

Amor e respeito

Reconhecimento às contribuições

Todas as contribuições são importantes

Gratidão Incondicional

Perceber o Colaborador

Sentir como o outro

Cuidado e Compaixão

Ouvir e falar com coração

Comunicação como “cola” das relações

Sinceridade e Transparência

Envolver pessoas e criar visão inspiradora

Significado e sentido

Inspiração

Alegrar o ambiente 

Trabalho feliz

Humor

Ouvir o coração

O coração sabe profundamente

Percepção Amorosa

Flexibilidade Mental

Não - julgamento

Positividade

Ação sustentável

Somos co-criadores da vida no planeta

Responsabilidade social e planetária

Reconhecer a própria humanidade

Não sei tudo

Humildade



Este não é um caminho fácil, como são as palavras que o descrevem. Grandes líderes do coração, para transformar a atuação de uma equipe, precisam primeiro iniciar o caminho da própria transformação, renovando antigos paradigmas e crenças; abandonando a zona de conforto de tantos anos vividos anteriormente, e, principalmente, acreditando na força dos sentimentos superiores do coração como grandes deflagradores da excelência.

Em nossa experiência ao longo destes anos, tivemos a felicidade de conhecer e trabalhar com um grande número de líderes que se mostraram dispostos a fazer a viagem para dentro de si mesmos, mudando algo em si e atuando sob a perspectiva do coração em seu dia-a-dia com as equipes. Estes líderes corajosos me impulsionaram e inspiraram a definir este caminho – o Caminho da Liderança CardioConsciente®.

Tente, experimente, desafie-se e desafie este artigo em seu dia-a-dia. Abra seu coração, ofereça à sua equipe uma gestão com amor e veja os fantásticos e inesperados resultados que surgem quando atuamos com as energias transformadoras cardioconscientes. E então você sentirá dentro de si o enorme e indescritível êxtase de, em meio a máquinas, processos, pressões e exigências diárias, poder vislumbrar o sorriso parceiro, a gratidão e a felicidade de sua gente.

Ana Abrantes – 29/09/08 –
Portal nós da Comunicação
www.nosdacomunicacao.com.br


|Topo|

"Quando razão, emoção e espírito estão em plena sintonia, os resultados podem ser surpreendentes para as organizações"